Blog >

Será que a estratégia está funcionando?
Medindo os resultados da sua meta

Medindo os resultados da sua meta

O planejamento das metas para todo um ano é realizado de forma pensada e calculada, avaliando sempre aspectos internos e externos da empresa  e pensando no público com quem você conversa e é o alvo principal das suas ações.

No entanto, todo esse percurso precisa ser medido e acompanhado para que você possa definir se a estratégia está funcionando, se algo deve ser mudado, e quais as possíveis correções de rota para que o planejamento seja cumprido com sucesso.

 

O que você realmente quer medir?

Em primeiro lugar, é importante reforçar qual o foco da análise da meta – a ideia é medir o esforço que você está fazendo (ou seja, as tarefas que fazem parte do cumprimento da meta) ou o resultado das ações (a meta em si)? Para saber se o que foi planejado está no caminho certo, você deve priorizar a medição dos resultados do processo, porque se o projeto criado chegou ao resultado final positivo, todo o planejamento de metas deu resultado.

Pensa no seguinte: se você e seus funcionários se concentraram apenas no esforço em cumprir as atividades, mas sem ganho algum para a empresa, as metas não foram cumpridas. E pior – seguir à risca o primeiro plano de ação, sem repensar novas diretrizes quando as atividades não estão funcionando, não vai ajudar em nada em obter sucesso no final do projeto. Ou seja, para medir o sucesso do plano de metas, você deve focar no objetivo final.

 

Traduzindo conceitos em números

Considerando que você deve medir suas metas tendo como prioridade os resultados finais das ações da sua empresa, os indicadores que devem ser escolhidos precisam atender às necessidades do seu projeto, e qual o objetivo escolhido para a empresa durante o plano de metas.

Quando falamos de KPI (Key Performance Indicator, ou indicador-chave de desempenho), tratamos de um indicador que é a melhor forma de medir o resultado da sua empresa, porque ele vai atrás dos indicadores mais importantes para avaliar o desempenho das suas ações.

Os indicadores de desempenho são divididos em quatro grupos, que a depender do seu objetivo, servirão perfeitamente para medir o resultado das suas atividades.

- Indicadores de produtividade: são dados relacionados ao uso dos recursos da empresa em relação às entregas. Trata-se de uma métrica de eficiência – ou seja, o denominador comum entre os recursos consumidos e o objetivo alcançado. Para medir as metas de sua empresa, é um ótimo indicador para verificar se todo o esforço, horas e dinheiro gastos tiveram retorno positivo através de um projeto bem sucedido;

- Indicadores de qualidade: devem ser analisados juntamente com os de produtividade. Eles vão ajudar você e os funcionários da empresa a entenderem quando ocorre algum desvio ou problema no meio do processo de produção. Na hora de verificar se o plano de metas foi bem sucedido, essa métrica ajuda bastante a observar quais foram as situações adversas que podem ter atrapalhado o percurso de execução das atividades e corrigir a curto, médio ou longo prazo;

- Indicadores de capacidade: essa métrica avalia a capacidade de resposta de um processo. Por exemplo – a sua empresa trabalha com entregas e meta para 2018 é acelerar o serviço para evitar reclamações e cancelamento de contratos? O indicador de capacidade pode verificar a quantidade de produtos entregues numa determinada região num período específico, e a partir desses dados, você e os funcionários podem corrigir erros ou continuar refinando esse processo para que a meta seja cumprida à perfeição;

- Indicadores estratégicos:  o foco é ajudar você a saber em que ponto a empresa se encontra em relação aos objetivos definidos lá no começo, no plano de metas. Ou seja, com essa métrica, você terá informação numérica e sólida para entender em que ponto do caminho está a empresa e comparar os números ideais com os valores reais.

 

Quando você sabe qual é o objetivo final da sua empresa, e tem os indicadores corretos para avaliar a situação do seu negócio, o cumprimento do plano de metas é um caminho mais suave, e com bases argumentativas fortes. Com esses números em mãos, você sabe exatamente onde corrigir a rota ou seguir em frente com o processo produtivo; e principalmente, a chance de sucesso é bem maior.  

Quer saber mais sobre este assunto?

Informe seus dados abaixo e receba as principais atualizações.